segunda-feira, julho 04, 2005

A Racionabilidade dos Irracionais ...


Esta é a história de uma foca. Não a da foca que aparece na imagem mas isso agora também é só um pormenor.

Não percebi o seu nome, se bem que me parecia importante, porque o nome é a nossa identidade e ela também merece inteiramente ter a sua, por isso, a ela, as minhas desculpas.

Foi encontrada em Peniche e levada em boa hora para o Zoomarine onde a trataram e cuidaram, com todo o carinho e dedicação, como, felizmente, é prática comum, e lhe retiraram do estômago um anzol que tinha engolido.

Não se sabia se sobreviveria mas, nesta que é mais uma história de luta, a vontade de viver, a força da vida, falou mais alto e ela vingou. Hoje nada feliz e contente num tanque que, temporariamente, lhe limita os horizontes.

O bonito neste relato, para além do empenho dos funcionários do Zoomarine, é que ela vai ser posta em liberdade no mar alto, onde a única barreira que a vida lhe imporá será a sua vontade de parar de nadar.

Ao ouvir, encantada, mais esta história com um final feliz, detive-me numa frase que disse o biólogo que a acompanhou e que me fez ir a correr pegar numa caneta e escrevê-la num papel para pensar sobre o que tinha acabado de escutar.

Muito embora perceba inteiramente bem que a frase foi dita com a melhor das intenções, para a protecção da foca, para a fazer ganhar autonomia, o seu alcance ultrapassa em larga escala o caso em análise e serve para nos fazer reflectir, e muito, sobre a nossa relação com os animais e sobre a deles connosco. Enquanto falava, o biólogo disse: «(...) durante este tempo tivemos que ensiná-la a ter medo dos humanos (...)».

Não vos queria dar uma grande seca acerca da minha paixão assolapada por todos os animais ... mas vai ter que ser !!!!

Esta frase deixou-me a pensar, mais uma vez, em como ainda temos grandes lições a aprender com estes a quem, carinhosa e ingenuamente, chamamos seres irracionais.

Irracionais são aqueles que os chacinam por peles e outras partes do seu corpo a quem alguém decidiu atribuir valor, e à custa dos quais ganham rios de dinheiro; irracionais são aqueles que os maltratam porque, na maior parte dos casos, eles não se podem defender e pior, não podem falar, nem acusar; irracionais são os que os capturam barbaramente; irracionais são os que os transportam em condições indescritíveis; irracionais são os que os matam por desporto; irracionais são os que os abandonam, lhes batem, os matam à fome e à sede; irracionais são os que descarregam neles as suas frustrações; irracionais são os que deixam de os amar só porque estão velhos, doentes e cansados; irracionais são os pactuam por cobardia, sem tomarem medidas concretas a favor dos direitos daqueles que nunca nos abandonariam se fossem eles os nossos donos.

E ainda bem que eles são «irracionais», caso contrário seria fácil demais ensiná-los a recearem (alguns) humanos ... bastava contar-lhes algumas histórias ou pô-los em frente à televisão a assistir a alguns programas ...

Os animais não têm medo dos humanos porque confiam. E são os humanos, supostamente os seres «racionais», que lhes traem a confiança, que os fazem acreditar e depois lhes puxam o tapete.

Esta foca não receia os humanos porque sabe reconhecer quem lhe quer bem, quem a cuida, quem a mima, quem a alimenta, quem lhe trata as feridas, quem lhe tem amor.

Assim muitos humanos soubessem fazer o mesmo ...

Caracol pelos DIREITOS DOS ANIMAIS

20 comentários:

Formiguinha disse...

Olha, compreendo perfeitamente essa frase. A minha andorinha, por exemplo, perdeu o medo à minha pessoa e ao cão O_O

Quanto ao trabalho do Zoomarine ele é extremamente meritório. Não percebo porque é que o blog deles têm tão pouca clientela. É um dos melhores blogs que conheço, sempre repleto de conhecimentos e sentimentos. Recomendo vivamente um texto do Dr. Élio Vicente sobre o Balu, publicado mto recentemente.

Ah! E já somos duas na cruzada pelos animais. Sempre que precisares de ajuda, apita!

Formiguinha disse...

Esqueci-me de tecer considerações sobre o que disseste acerca dos humanos que não reconhecem o bem que se lhe faz, mas agora também não me apetece "cascar" nessas pessoas... É gente que não interessa.

Isabel Magalhães disse...

Caracolinha,

já vi que aqui "estou em casa". Eu também sou uma acérrima defensora das crianças e dos animais... em suma, dos seres mais frágeis.
Curiosamente, vi a reportagem da "tua" foca e também assimilei com um "nó na garganta" a frase dita pelo biólogo. Senti vergonha, por todos os que maltratam os seres indefesos.

Juntei-te aos meus favoritos, enquanto não tenho tempo de organizar os links.

Beijinho "liso" :)

Leonoretta disse...

ola caracolinha. gostei muito, muito de ver-te lá no eximproviso.
o teu post da foca? bem contado.
beijinho da leonor

Abelhinha disse...

Aqui em casa somos muitos, maioritariamente animais... somos 5 humanos, 4 cães, 2 gatos, 4 periquitos, para já não falar de algumas passagens temporárias que aqui tivemos.

O meu irmão trabalhou no Jardim Zoológico de Lisboa, conseguiu sentir na afinidade que estabeleceu com o Gorila Set, como os animais roubados do seu meio natural não suportam a vida em cativeiro. Não são animais como os que vemos no Madagascar em que a sua vida foi sempre de cativeiro e nem saberiam viver de outra foram, de tão castrados que estão os seus instintos.

Mas é um facto, que para um animal que será novamente colocado no seu meio ambiente é fundamental que tenha medo de nós, para que não volte jamais a passar pelo que passou.

Nós tivemos uma tartaruga que foi trazida cá para casa, porque foi encontrada semi-morta num espaço deixado ao abandono no próprio Jardim Zoológico, que hoje vive feliz com uma companhia da mesma espécie numa lagoa aqui perto.

Mocho Falante disse...

Bom, sempre posso falar da minha Ice que andou dentro de uma caixa de sapatos com um mês e meio, cheia de pesadelos pois certamente as saudades da mãe eram insuportáveis, valeu a minha mão sobre o seu corpo durante as noites para lhe acalmar a tempestade de abandono que lhe ia na alma

guevara disse...

É...eu gostava de ser assim irracional. Confiar de olhos fechados nos que me acolhem...
Eu até sou assim, por isso é que de vez em quando "levo na cabeça"!
Mas depois, lá vou eu de novo...

Vespinha disse...

E eu posso falar da Lucky,que à custa de uma pata e de 5 dedos partidos, só confia nos humanos que a acolheram...
Resta-me o consolo de saber que existem pessoas como nós que vão fazendo justiça e tratam os animais com amor e dignidade!

A Vespinha amiga dos animais

Isabel Magalhães disse...

Caracolinha,

deixa-me divulgar aqui a Associação de Protecção aos Cães Abandonados - Canil de São Pedro de Sintra, onde sou voluntária, e que precisa de ajuda para os cerca de 180 cães que acolhe. Alguns têm "madrinha"... é o caso da minha "Bárbara", e de outros, mas há ainda muitos para ajudar.

www.apca.org.pt

Isis disse...

por acaso achei muita piada a essa frase... concordo perfeitamente com os argumentos que deixas aqui. acho que se fossemos mais parecidos com os animais tinhamos uma existência mais verdadeira!

SaltaPocinhas disse...

Mais uma vez, nada a acrescentar... só acho que havia de haver pena de cadeia ou de trabalhos forçados para quem abandona animais. Tenho 2 histórias giras com animais no meu blog. Vou procurar as datas e depois digo-te onde estão.

Bastet disse...

Olá Caracolinha! Que bela foto e que belo texto. Sou uma "derretida" pelos animais e prefiro-os á maior parte das pessoas por mais que isto choque muita gente. Uma das formas de os ajudarmos é não comprando produtos de firmas que fazem testes em animais. Há uma lista dessas empresas no site da Animal. Bjs.

Caracolinha disse...

A todos os que já cá passaram, agradeço a assiduidade e mando um beijo GORDO (encaracolado, é claro) !!!!

É bom ver-vos sempre por aqui ...

Leonoretta, im, isis ... agradeço terem aparecido pela primeira vez, já sabem, a minha casca é a vossa casa ... beijos !!!!

im, querida, obrigada pela divulgação, sabes que tenho uma grande amiga que trouxe desse canil uma cadela LINDA ????

~:o)
Um dia mando-te uma foto dela !!!!

Caracolinha disse...

isis, eu bem tento, mas não consigo aceder ao teu blog ... que pena !!!!

Fica uma beijoca e a porta da casquinha aberta para voltares sempre que quiseres !!!!

~:o)

Isabel Magalhães disse...

Caracolinha,

Aguardo a foto. Eu também já arranjei dono e padrinhos para alguns dos "meninos" da APCA.
Se quiseres conhecer a minha afilhada Bárbara, basta que entres no link e depois nos apadrinhamentos.
Se quiseres colaborar, procura no link as várias formas de o fazer. :)
Ah! e se puderes divulga a obra, claro!

Beijinhos sem caracois! :):):)

Anónimo disse...

Olá, Caracolinha.

A foca chama-se Bianca. Dá para recolher detalhes no website do Zoomarine.

Obrigado por este alerta.

Cumprimentos.

Anónimo disse...

best regards, nice info » »

Anónimo disse...

You have an outstanding good and well structured site. I enjoyed browsing through it » »

Anónimo disse...

Very cool design! Useful information. Go on! »

Anónimo disse...

Where did you find it? Interesting read video editing schools