terça-feira, fevereiro 21, 2006

Intimidades ...

(...)

Mas, depois de muito refletir, continuou :
- Que significa «ter intimidade» ?
- Os homens – explicou a raposa – têm espingardas e andam à caça. É muito aborrecido! E também criam galinhas. É só o que lhes interessa. Andas à procura de galinhas ?
- Não – respondeu o principezinho. – Ando à procura de amigos. Que significa «ter intimidade»?
- É uma coisa demasiado esquecida – explicou a raposa. – Significa «ter relações de proximidade».
- Ter relações de proximidade ?
- Sim – confirmou a raposa. – Para mim, tu não passas de um rapazito semelhante a cem mil outros rapazitos. Não preciso de ti. E tu também não precisas de mim. Para ti, eu sou uma raposa semelhante a cem mil raposas. Mas se tiveres intimidade comigo, precisamos um do outro. Tu serás, para mim, único no mundo. E eu serei, para ti, único no mundo ...

(...)

Mas, retomando a sua ideia, a raposa prosseguiu :

- A minha vida é monotona. Caço galinhas e os homens caçam-me. Todas as galinhas se assemelham e todos os homens se assemelham. Por isso, aborreço-me um pouco. Mas se tiveres intimidade comigo, a minha vida encher-se-á de sol. Passarei a distinguir um ruído de passos diferentes de todos os outros. Os outros passos fazem-me esconder debaixo da terra. Os teus, como uma melodia, convidar-me-ão a sair da toca. E depois, olha! Vês além os campos de trigo? Eu não me alimento de pão. O trigo, para mim, para nada presta. Os campos de trigo nada me evocam. E isto é triste. Mas o teu cabelo é da cor do ouro. Se tiveres intimidade comigo, será maravilhoso. O trigo loiro far-me-á lembrar de ti. Apreciarei o sussurar do vento por entre os trigais ...

A raposa calou-se e deteve-se a olhar para o principezinho durante muito tempo.

- Faz favor ... tem intimidade comigo – pediu.
- Com muito gosto – respondeu o principezinho.

(...)

Foi assim que o principezinho começou a ter intimidade com a raposa. E, ao aproximar-se a hora da partida:

- Ah, exclamou a raposa ... – Vou chorar.
- A culpa é tua – respondeu o principezinho. – Eu não queria fazer-te mal, tu é que quiseste que tivesse intimidade contigo ...
- Pois foi – concordou a raposa.
- Mas vais chorar! Observou o principezinho.
- Pois vou – respondeu a raposa.
- Então, não lucraste nada!
- Lucrei sim, graças à cor do trigo.

(...)

Voltou então para junto da raposa:

- Adeus... – disse.
- Adeus – disse a raposa. Vou confiar-te o meu segredo. É muito simples: só se vê bem com o coração. O essencial é invisível para os olhos. (...)

in O Principezinho – Saint-Exupéry

Post mudado ... música de um grupo que tu adoras ... e o que é que eu não faço por ti heim ???? ;)

Caracolinha Intimista ...

50 comentários:

Natalie Afonseca disse...

Olá MInha Querida CaracolinhA!!
Como adorei as palavras que deixaste na minha teia!!!
Muito obrigada, línda!!!! Sério!!
:))))))))))))))))))))))))))))))))))Fiquei com um sorriso assim...
Vou adorar conhecer-te, acredita!!!
Pois é, dia de anos já passou...e tive exame nesse dia e no dia seguinte.....uf....já acabaram!!! :D
Festa é Sexta, hehe, tás convidada!!
Perde esse medo e vem cá à Madeira nas tuas próximas férias. Tu e os teus amigos iriam adorar :))))
E este post, simplesmente genial!!
Adoro o Principezinho, muito! Uma lição de vida fantástica!!
É esse livro e A Menina do Mar, de Sophia Andersen......todos deveriam ler esses livros, especialmente os adultos....se calhar aprendiam muita coisa!! :)
Bem, agora vou aproveitar este restinho de férias para ler, vir aos blogs e passear muito....e Carnaval...líndo!! :P

Um Beijinho enorme para ti,
E um abraço ateiazado!!!

Fica muito bem, Caracolinha e mais uma vez obrigada (pelos mail´s também)!!

:)))))))))))))))))))))))

Natalie Afonseca disse...

Yééé.....1ª a comentar....:P
Jocasssssssssssss :)))))

Natalie Afonseca disse...

Ah! Desculpa, mas adoro esta frase...
"O essencial é invisivel aos olhos"

E mais nada.....****

Anónimo disse...

Amo-te.

...melhores dias virão e quem sabe o tempo devolver-nos-á a intimidade.

Isabel-F. disse...

....um belo livro...que é uma eterna lição...

adorei ler este estes excertos...

a intimidade...a amizade...valores que não se medem...

beijinhos

Marco Ferreira disse...

belo livro

marinheiroaguadoce a navegar

The City Lights disse...

"A maior parte das gaivotas não se querem incomodar a aprender mais que os rudimentos do voo, como ir da costa á comida e voltar. Para a maior parte das gaivotas, o que importa não é saber voar,mas comer. Para esta gaivota, no entanto, o importante não era comer, mas voar!"-Fernão Capelo Gaivota

Intimidade é bom,mas apenas para aqueles que a querem e sabem manter.
O besso
;)

A .Carlos disse...

Olá Caracolinha,
Esse livro tem tantos"pedacinhos", de uma beleza incomparavel, e de uma verdade inquestionável.
Boa escolla!!!!!
:)))
Uma restante boa semana, para ti
:)
Ps. Peço desculpa da minha ausência, mas estive uns dias com problemas no Pc.
Bjss
≺ A New Day ≻

AS disse...

Caracolinha, estás a revelar-te uma excelente contadora de histórias!...

Beijosss

Paulo Figueiredo disse...

tem-se sempr o que lucrar, a convivencia, momentos felizes, recordações, vida vivida!!

continua tb o bom gosto musical!

ciao

Para ti disse...

Escrevi um monte de coisas, e apaguei.Isto hoje, não sai nada de jeito, por isso , deixo-te um beijo

Mocho Falante disse...

aiiiiiii que o amor está presente mesmo afastado e eu que tenho a certeza que o tempo vai ser o grande unificador de tudo o que agora parece despedaçado!!!!!

é sempre assim quando se ama...ama-se sempre, o que muda é a forma do nosso amor.

Beijos minha querida...bem sabes como VOS adoro

Grande som sim senhor! Hey

O Mocho Rockeiro

laerce disse...

Olá Caracolinha intimista

Mas o que é isto? Intimidades e tu ali sozinha naquela imensidão de madeira, metida na casquinha muito caladinha a ouvir a música preferida de tu?

Tudo de bom caracolinha, um beijinho carinhoso

Ahraht disse...

estes excertos deram comigo em louco... acredita.

Queria o meu pricipezinho...

Beijo

(desculpA andar desaparecido)

Cristina disse...

Olá Caracolinha,
Não conhecia, e adorei ler :)
um beijinhu GRANDE pa ti
:)

A.J.Faria disse...

Olá, Caracolinha!
Parabéns pela vitória da tua àguia!!
Beijinho grande,

Parrot disse...

Caracolinha intimista,

Tanta coisa que havia para dizer sobre este texto…………………
Caracolinha, minha querida, às vezes a vida parece que insiste em complicar as coisas que são simples (dizemos nós), até ao dia, em que, sem sabermos muito bem como, nos vemos envolvidos pelas “curvas” da vida.
A vida muda, a vida, às vezes, faz-nos mudar, e tu tens mudado. Espero que a vida te sorria e te devolva em dobro tudo o que tens dado (não tenho duvida) aos que te rodeiam. Muitas vezes não é necessário conhecer as pessoas para ter certezas;).

Com carinho, um grande, MUITO GRANDE beijo

1entre1000's disse...

Qualquer excerto do princepezinho da sempre prazer ler em qualquer altura!!! Obrigado!!! Bjs

xá-das-5 disse...

Giro é ter lido quando era puto e ter ficado com uma noção que foi totalmente despedaçada quando o li mais velhote.
:)
E agora deste-me vontade de o reler novamente.

Bjum

nana disse...

espreita lá o blog!
;)

wind disse...

Esta é a passagem que toda a gente mais gosta. O que prova que ainda há amizade:) Mais palavras para quê?:) beijos

Cristina disse...

:)))))

intimidade entre a raposa e o puto??

Faz favor ... tem intimidade comigo – pediu.
- Com muito gosto – respondeu o principezinho


huummmmm, esta história tá mal contada, não achas que falta aí qualquer coisa pá?
fogo!!!! contos eróticos!! ganda pinta....

tenho que vir cá mais vezes!


ps-entrementes, já vi aí um comentário que apanhou o espírito da coisa....;)


beijocas

luísa disse...

Querida Caracolinha,
Esta é a tradução mais estúpida e traiçoeira que já li desta passagem de "O PRINCIPEZINHO". Que desastre! Trai com boçalidade o espírito e a pureza do diálogo.
No original, o autor explora a polissemia da palavra APPRIVOISER, que tem uma boa equivalência em cativar. Repara: CATIVAR - tornar cativo, mas também: tornar próximo pela criação de laços de empatia, de cumplicidade. Não permitas que façam esta tão grande maldade ao PRINCIPEZINHO, nem ao Saint-Exupéry. Um beijinho

Caracolinha disse...

Olá Luísa ... obrigada pelas tuas palavras ... nunca permitiria que fizessem tão mal a este que é um dos livros da minha vida ... dito assim como dizes faz, realmente, muito mais sentido ... e empatia é, seguramente, uma das minhas palavras preferidas ... o livro que tenho é das Publicações Europa-América ... prometo procurar outras traduções para avaliar bem as diferenças.

Obrigada pelo teu cuidado e pelo teu comentário.

Beijinho

luísa disse...

Caracolinha, não preferes esta tradução?
"O que significa cativar?
- É uma coisa de que toda a gente se esqueceu - disse a raposa
- Significa "criar laços".
- Laços?
- Sim, laços - disse a raposa. - Ora vê: por enquanto, para mim, tu
não és senão um rapazinho perfeitamente igual a outros cem mil rapazinhos. E eu não preciso de ti. E tu também não precisas de mim. Por enquanto, para ti, eu não sou senão uma raposa igual a outras
cem mil raposas. Mas, se tu me cativares, passamos a precisar um do outro. Passas a ser único no mundo para mim. E, para ti, eu também passo a ser única no mundo..."

Excerto de: O Principezinho, ANTOINE de SAINT-EXUPÉRY

luísa disse...

Caracolinha,
Como fiquei feliz por esta resposta instantânea e por gostares tanto de Saint Exupéry! E amar é isto também: respeitar a mensagem do outro.Lá no seu planetazinho, o Principezinho está a sorrir.
Cativaste-me!

Caracolinha disse...

Luísa, sem dúvida ... prefiro muito mais a tradução que nos trouxeste ... obrigada por acrescentares algo maior a um texto já de si grandioso... e deixa dizer-te que também tu me cativaste... gosto de pessoas que dizem e sentem com alma.

Beijoquinha encaracolada. Volta sempre. :))))

luísa disse...

Só mais uma deixa:A EUROPA AMÉRICA TEM OS PIORES TRADUTORES pq tb é a editora que mais escandalosamente os explora. Triste, não é?

Caracolinha disse...

Pois ... vivendo e aprendendo ... :)

Não fazia ideia ... mas se é assim, é triste sim ... perde quem trabalha e perdemos nós.

Isabel Magalhães disse...

Querida Caracolinha,

Agora que a Luisa já deixou o comentário dela, já posso dizer que andei por aqui e não consegui escrever nada porque a tradução do post não fazia sentido, e eu não tenho o livro - original - em casa para poder fazer o que ela fez e muito bem.

Durante a leitura só me lembrava da outra, do

'Marquis of the Pidgeon House'...

e do

'Palace of the Lisbon estuary'

Bjs Caracolinha.

Bravo Luisa! :)))

EU nos dias e Hoje disse...

Cada Vez que cá venho fico impressionado com a tua sensibilidade e bom gosto. Eu também adoro este livro (mas nunca li a tradução, limitei-me ao original).

PS: SLB...SLB...Glorioso SLB!
Obrigado mais uma vez pela palavras deixadas no meu cantinho, para ti amiga também deixei lá um recadito, e aqui te digo, mereces um sol sempre a brilhar na tua intimidade:) Beijos com carinho

EU nos dias e Hoje disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Kraak/Peixinho disse...

Heyas, Caracolinha :) Com ou sem a tradução correcta, há uma ideia que paira: "o essencial é invisível para os olhos", como já alguém havia comentado :)
Um grande livro; uma grande obra. Para ser lida em qualquer idade :) Subscrevo e já foi alvo de post no Paixaum >+++'> :)

Bjzz essenciais

Meia Lua disse...

Já lí o Principezinho algumas vezes durante a minha vida, em várias idades diferentes e a cada vez que o faço, descubro uma lição nova... beijinho

Wakewinha disse...

Se tu soubesses o quanto amo esse livro, eras capaz de o escrever na íntegra aqui, só para que eu pudesse lê-lo online sempre que quisesse. Não é este o meu trecho preferido, mas aquele em que a raposa explicar ao Principezinho o que significa cativar! É qualquer coisa de grandioso e fenomenal. Palavra nenhuma no mundo o descreve de forma justa...
Com esta recordação até vou dormir melhor! ;)
Um grande beijinho de até amanhã, querida amiga Caracolinha*

Miguel disse...

Caracolinha,

Adorei a "Intimidade" do teu post!

Espero que continuemos a ser "intimos" nesta blogoesfera!

"Desperto sempre antes que raie o dia
E escrevo com o sono que perdi.
Depois, neste torpor em que a alma é azul,
Aguardo a aurora, que já quantas vi...."

Fernando Pessoa

Um Bom FDS Carnavalesco!

Bjks da Matilde

Leonoretta disse...

a viagem interior mais bonita que conheço.

beijinhos da leonoreta

Cristina disse...

Olá Caracolinha,
Passei para te desejar um Carnaval muito divertido
:)
Beijinhuu

Kalinka disse...

Olá Caracolinha,
ando em falta com todos, mas hoje decidi que iria ficar toda a tarde a visitar os blogs dos meus amigos, ler...ler...tudo o que não tinha lido ainda e comentar.
Nem sei como te agradecer as belas e sensíveis palavras que deixaste no meu kalinka...és tão querida.

Neste excerto comparo-me com a raposa quando ela diz: ...Vou chorar.
E, o principezinho lhe responde: A culpa é tua...tu é que quiseste cativar-me!!!
Sou mesmo assim...
Beijokas. Bom Carnaval.

paper life disse...

Aminha caracolinha não carnavalou, continua intimista?

Beijos, Menina.

:)

Isabel Magalhães disse...

Querida Caracolinha,

Esta vitória do teu SLB foi 'ouro sobre azul' para o meu VERDE SCP.

Let alone... 'o frango do Baía'! (risos)

Ouvi dizer o Pedro que há não sei quantos anos o Benfica não ganhava ao Porto na Luz e nas Antas no mesmo ano.

Beijinhos e Parabéns.

Nina disse...

Passei para te desejar um Bom Carnaval...Diverte-te MTOOOOOO

Beijinhossss :)

Wakewinha disse...

Nada de novo? Então uma beijoca carnavalesca*

laerce disse...

Olá Caracolinha,

Já recebi a musiquinha, já cá canta, muito obrigada e continuação de bom Carnaval!

Beijinhos

Cristina disse...

um bom feriado linda, diverte-te, se for caso disso :))

beijinhos

Mitsou disse...

Sabe sempre bem reler estes diálogos tão cheios de sabedoria.

Um grande beijinho, minha querida, e bom Carnaval se fores foliona; se não, um bom feriado :)

Natalie Afonseca disse...

Olá Caracolinha amiga,
passei pelo teu cantinho para te deixar beijinhos e um grande abraço!!
:)))))))))))))) ***

Fica muito bem :)

Cila disse...

ola Caracolinha
sempre adorei esta passagem do princepezinho ..."é preciso criar laços" .... este dialogo entre a raposa e o pequeno tem uma força e uma ternura que me fazem aprecia-lo desde a infancia.
Beijinhos e parabens pelo teu blog

LM disse...

Caraças, que belo caracol!!!
Já sabes que não comento o Saint-Exupéry.É uma lição de vida!!
Beijinho.

Isabel Magalhães disse...

Gosto de números 'redondos'...

é por isso que aproveito este.

Enfim... 'manias'! :)))

bjs.