segunda-feira, setembro 24, 2007

Sintra - 7 Anos Numa Ilha ...



Há momentos na vida tão especiais quase capazes de nos cortar a respiração...

Foi aquilo que aconteceu na passada quinta feira quando tive o imenso privilégio de assistir ao lançamento do livro de dois amigos muito especiais... duas pessoas cuja sensibilidade não se confina ao limitado espaço das fantásticas pessoas que são... da mesma forma que o mar invade na maré cheia as finas areias das praias alterando-lhe as formas, moldando as mais belas paisagens em espaços ainda mais mágicos e únicos, o mesmo fizeram estes dois extraordinários homens:

Gustavo Figueiredo e Emídio Copeto Gomes... ao brindarem-nos com este livro absolutamente fantástico sobre a "nossa" vila de Sintra...

Sintra Património da Humanidade, Sintra que eles amam, preservam, exploram recanto a recanto, sentem, calcorreiam, respiram, partilham, cheiram, espreitam, protegem, acariciam, conhecem e ... agora ... eternizam...

Eternizam num livro tão belo como a própria vila... um livro de emoções, de afectos, traduzidos por palavras mágicas e fotografias que captam a “nossa” Sintra numa perspectiva até agora nunca vista...

Todas as informações sobre esta extraordinária publicação estão aqui ... e, claro, numa livraria perto de todos nós ... não deixem de procurar e sentir o pulsar deste lugar mágico nesta obra que nos faz sentir mais perto de um lugar imenso...

Não deixem de apreciar como do amor nascem verdadeiras obras de arte e como a sensibilidade ajuda a corporalizar os afectos e a moldá-los numa homenagem única a uma vila mágica ... a Sintra dos mistérios onde se respira história, cultura, enigma e beleza em cada recanto...

Um dos nossos maiores tesouros trazidos até nós por dois grandes amigos aqui da molusca...

Gustavo, Emídio ... foi uma tamanha honra assistir ao lançamento do vosso extraordinário livro, é um privilégio conhecer pessoas tão especiais como vocês, com tanto para dar... a vossa paixão e dedicação à "nossa" Sintra é absolutamente contagiante... a prova de que o amor consegue ver para além daquilo que se nos oferece à vista...

Obrigada por me trazerem Sintra desta forma tão bonita, tão única, tão cheia de vocês... obrigada pelos discursos emocionados naquela noite de quinta feira que me deixaram de lágrima no olho, obrigada por me oferecerem a minha vila do coração assim... desta forma tão especial ... em fotografias que captam a essência que só uma paixão como a vossa consegue traduzir...

SINTRA – 7 ANOS NUMA ILHA ...

Um livro a não perder...

Esta música também vos ofereço a vocês Gustavo e Emídio, ofereço-a também à minha grande amiga Madalena e à vossa filha Laura e a todos aqueles que amam... da mesma forma que a ofereço a todos os amigos que por aqui aparecerem ... ofereço-a porque sou sensível a tudo aquilo que tem a capacidade de me surpreender ... e este espectáculo – o Cirque Du Soleil - pela sua forma única e especial de nos trazer a arte de encantar, vai exactamente ao encontro das emoções que sinto de cada vez que folheio as páginas do vosso excepcional livro...

Espero que gostem tanto da música como eu gostei da vossa obra ... e mais uma vez obrigada por uma noite tão mágica e única como vocês...

Caracolinha Orgulhosa... :)

20 comentários:

Special K disse...

Olá Molusquita. Um livro sobre a minha bela Sintra? Fiquei com curiosidade, afinal é o conselho onde vivi a maior parte da vida.
A música é realmente linda, não vi o espectáculo mas gostei deste tema.
Uma beijoquita bem encaracolada.

Tita - Uma mulher, Um blog, algumas palavras disse...

Um livro sobra a minha mágica vila é sempre um livro a adquirir. Obrigada pela dica.

Um beijo e um bom dia para ti

Memory disse...

Obrigada Molusquita por esta informação sobre este livro e seus autores. Sintra também é uma das minhas vilas favoritas, aliás colaboro por razões profissionais muitas vezes com as entidades locais com algumas acções de divulgação da região em termos turisticos no estrangeiro. Não soube da apresentação deste livro em Sintra, mas prometo que o irei ler logo que possa.

Um abracito encaracoladito e um xi-muito grande.....:)

Galarote disse...

Estava de fato branco encostado a uma umbreira bebericando um martini bianco.

Você, linda e pavoneante.

Trocamos olhares, mas respeitei seu espaço.

Um beijo

Galarote

Natalie Afonseca disse...

Olá querida amiga!!
Deve ser interessante sim senhora!!
Acabei de ler agorinha um livro, do prémio nobel 2006, Orhan Pamuk, Vida Nova...gostei!!
Hoje começo noutro!

Tenho andado ausente, sim!
Explicarei no meu próximo post....hehe!!!

Tenho andado meia aborrecida....that's all!!

Beijocas para ti!! :)

Belzebu disse...

Os amigos dos meus amigos, meus amigos são! Para além disso uma sugestão da amiga Caracola, é para levar a sério e é isso mesmo que vou fazer!
Quanto à música pouco há a dizer, tal o bom gosto que eu já conheço de outros carnavais! Lá pelos infernos também coloquei uma musiquita que considero do melhor que por cá se fez nos últimos 30 anos...mas isto sou só eu!

Um grande abraço encaracolado e infernal, cá do "je"!

Marco Ferreira disse...

É sempre de louvar quem eterniza as belas cidades do nosso Portugal. Sempre achei Sintra mágica, sempre gostei de lá ir e agora fiquei com saudades.

marinheiroagaudoce a navegar

mau maaau disse...

Eu tava de azul cueca encostado ao outro pilar.

Galarote como te desejei meu deus.

Respeitei o teu espaço nem sei bem porque!

Antunes disse...

Boa tarde.

Haja alguém que faça alguma coisa para defender o que é Nacional!

Cumprimentos

Antunes

Mocho Falante disse...

hummmmm Sintra...que saudades dos tempos em que eramos grandes amigos e tu me ligavas ainda alguma coisa e decidias explorar os recantos da vila aqui com o mocho...mas pronto agora que te transformaste de uma caracoleta para uma escagot anda muito finória....ai ai belos tempos... em que não havia fossos entre nós...

Olha regalo-me com a excelente banda sonora do Cirque que por acaso até vamos ver no mesmo dia e tudo...mas em lugares afastados claro que a piquena não se misturo com mochos plebeus

babas

PiresF disse...

Anotado.

Abraço.

Dona Dores disse...

Até que enfim que navego por estes caminhos e não me deparo com devassidão e sujidade carnal.

Se bem que por estes caminhos escuros de Sintra pode bem reinar a depravação. Mas há sempre tempo para se escolherem os caminhos do bem.

Bem hajam.

DD

Marco Ferreira disse...

Não deixes de votar nos "Lobos" como a equipa sensação do mundial de rugby.

marinheiroagaudoce a navegar

Alien8 disse...

Querida molusca orgulhosa de Sintra e dos amigos, aqui venho desejar-te, e aos teus, um excelente fim de semana, sem esquecer o Freud e a Papi!
Beijos e festinhas para todos!

Galarote disse...

Caro Primo Mocho,

É sabido por alguns e agora, por todos, que não é o primo Mocho o plebeu...

Se a memória não me falha, foi o primo que comprou bilhetes mais caros que os restantes compinchas!

A avaliar pelo que pagou, deve ter direito a ficar pendurado por um arame vindo do tecto,mesmo mesmo mesmo em cima do Cirque!!!

Um abraço

Galarote (O verdadeiro pebleu!)

wind disse...

Obrigada pela sugestão.
Beijos

Bia disse...

Um texto delicado, extremamente sensívl. Para nós que moramos do outro lado do mar chega de uma forma clara, mostrando a imensidade e beleza do amor que tens por tua terra ao enaltecer com tanto entusiasmo o lançamento de um livro que se torna importante pelo conteúdo. A música, um delicioso presente aos ouvidos e corações. Lindo momento, amiga, nos proporcionaste agora. Grata por ele!

Deixo-te pétalas de perfumadas rosas brancas, um beijo no coração, e votos de um final de domingo com alegria e paz no coração.

Angell disse...

Molusquita,
Por onde anda a menina? Anda desaparecida em combate? Já tenho saudades! :))

Obrigada pela dica de leitura; ou não fosse Sintra um dos meus sítios de eleição! :))

Passa pelo "Imagine"; tenho lá um pequeno desafio á tua espera! Se aceitares claro! :))

Bjs angélicos na tua linda casquinha!

Betty Branco Martins disse...

Querida Caracolinha

Já cá estou de volta:))

Vim só dizer um OLA! e agradecer a visita na minha ausência

Voltarei mais tarde com tempo. Para ler e comentar

Beijos com muito carinho

Lua disse...

Olá,

Adoro a Vila de Sintra, tem uma magia que não consigo explicar o bem que me faz quando a visita.

Amanhã por exemplo espero passar lá um dia maravilhoso:)

Quanto ao livro, vou comprar pq me despertou bastante interesse.

Beijinhos