segunda-feira, setembro 17, 2007

Funga - Dela ... :)

Sou uma miúda que se amarra num bom cheirinho ... pois que se me arregala o canal olfactivo sempre que me chega um bafinho a um belo tempero, à terra molhada depois da chuva, à maresia, à pelinha deliciosamente limpa do meu canito e da minha gatinha linda, à sangria de espumante daquele restaurante que nós cá sabemos, ao pescocinho do meu tesouro, aos perfumes que adoro e aos coentros ... aí os coentros são aquela minha pancada olfactiva que me deixa de olho revirado...

Também adoro o cheirinho de algumas pessoas, especialmente daquelas cujo cheiro me é mais familiar ... é fantástico como funciona quase como uma impressão digital ... quando oiço dizerem-me “distingo o teu cheirinho em todo o lado” tento sempre ver a coisa pelo lado positivo e pensar que essa é a minha marca, um bocadinho da minha identidade ... e que de alguma forma eu posso ser encontrada numa qualquer blusa ou cachecol que usei...

Isto é tudo absolutamente delicioso mas ... como dizer a alguém exactamente o oposto ??

Eu sei que há coisas que não se controlam, mas também seria de esperar que com a quantidade de toalhinhas e toalhetes perfumadas à venda em qualquer superfície comercial as pessoas primassem um bocadinho mais pelo asseio e se esfregassem, mesmo que discretamente, com os ditos panos humedecidos, na primeira oportunidade que tivessem...

Se há coisa de que felizmente nunca padeci é de maus cheiros, mesmo quando transpiro imenso, o que se tem verificado bastante nestes últimos dias de meteorologia tipo redoma ... não sei, sou cheirosinha pronto...

E como ando sempre montada na Vespa tenho o privilégio imenso de inalar os deliciosos odores a relva fresca quando está a ser regadinha pela manhã enquanto tento evitar aspirar mais uma baforada de dióxido de carbono emanada por um tubo de escape ... mas nestes últimos dias, porque a mota está a arranjar, tenho feito o trajecto de metro da parte da tarde ... sim porque de manhã sou levada ternurentamente qual criança para a escola... e andar de metro é uma experiência sociológica apreciável...

Ser transportada no mesmo sítio que outras pessoas tem seguramente as suas vantagens, mas como nem tudo é perfeito tem o seu lado mais negro...

Hoje sentou-se ao meu lado no metro uma miúda assim baixinha, daquelas que aparentemente era inofensiva ... mas assim que ela se abancou percebi que devia ser cruzada com alguma doninha tal era o potencial de sudação irrespirável que exalava...

Pensei em perguntar-lhe que espécie de refugado estaria ela a cozinhar debaixo dos braços ... sim que eu não viro a cara a uma nova experiencia culinária, e seja o que for que se estivesse a cozinhar naquelas axilas tinha imensa cebola ... óh se tinha...

Mas um refugado dentro de uma carruagem do metro é que se dispensa ... principalmente quando está a ser confeccionado no banco ao lado do nosso ... foram 15 minutos de um estonteante festim nasal daqueles que não se deseja nem por nada...

Estava gira a miúda assim cheirosinha...

Viva o pano humedecido com cheiro, o desodorizante, a aguinha e a bela barrela de sabão azul e branco que nunca fizeram mal a ninguém ... vamos lá embora a esfregar essas covinhas como deve de ser e a perfumá-las a preceito...

Amanhã é outro dia, esperam-me outros cheiros ... espero que bem mais agradáveis que este...

Mas se há coisa que tem um cheirinho bom são estes prémios virtuais, especialmente quando chegam pelas mãos loucas de um espaço que adoro... obrigada pela nomeação para Blog 5 Estrelas minha querida Fábula .... também tu és uma bloguista 5 estrelas ... e por seres Fabulosamente Louca ainda gosto mais de ti...!!!!

Caracolinha Olfactiva ... :)

27 comentários:

Garamond disse...

É só para dizer que a míuda gira e baixinha que se sentou ao lado dela não fui!

Eu não cheiro mal dos sovacos... só dos pézinhos e é apreciado pois é tipo queijo da serra... por vezes da boca cheiro a esgoto... mas nada demais!

Gar
(cheirosa como eu só eu mesmo!)

Cristina disse...

LOL, a história é horrososa mas contada por ti até que tem muita graça...LOL...

:))

beijinhus

Maria Papoila disse...

Os refogados até fazem mal à saúde!

Special K disse...

Isso não é nada espera até andares de comboio na linha de Sintra em hora de ponta... Aí é que vais saber o que são cheiros.
Beijoquitas encaracoladas.

Galarote disse...

Minha coelhinha cheirosona,

este episódio por si relatado, recordou-me uma namoradinha que tive.
Quando era mais novo,confesso que um piquinho a refogado me causava certa excitação.

Na verdade, a sociedade de consumo é responsável por esta subversão de gostos olfactivos!
O marketing inventou os metrossexuais para vender cosméticos, mas a verdade verdadinha é que uma mulher não resiste a um homem a cheirar a cavalo.

Deixemo-nos de hipócrisias.

Beijo em suas axilas de alecrim

DUCA disse...

Como àpanhamos a mesma linha e pela descrição da miúda e do cheiro, acho que também já fui vítima desse manancial de cheiros "acebolados". Não resisti os 15 minutos. Tive que fugir para o outro lado da carruagem, sob pena de me dar um desmaio qualquer.

Beijo

P.S. Quando vens Jacintar?

DUCA disse...

"Apanhamos" é sem acento, óbviamente.

Outro Beijo

Cristina disse...

Hoje venho aqui apenas para te oferecer um miminho, vem ao meu cantinho e lá o encontrarás
:)

beijinhu

Lara disse...

Este post fez-me lembrar um livro que ja li há algum tempo e que me fascinou..."O Perfume".
Ah o cheiro de terra molhada também me deixa bem disposta ;)

Abraço!

lua ( disse...

entre o comboio da linha de sintra e o bus para paço d'arcos, não sei o que será pior.... mas normalmente os meus 15 minutos de trajecto tb são dolorosos.... a minha sorte é que logo de manhã acordo com o cheirinho da minha gaja que me fica para o dia todo!!!! :) hehehehe ...

wind disse...

Também detesto cheiros!
Desculpa, no post anterior esqueci de dar os parabéns pelo novo projecto:)
beijos

Mocho Falante disse...

Ora cá tou...possivelmente o único porque também sou o único certamente que não sabia que o Benfas jogava...mas adiante

ahhh agora percebo a obsessão "pelo teu perfume Patcholi " lool

E depois esta miuda sim, esta miúda tem o privilégio de se dar ao luxo de ter um driver de manhã, upa upa, finaço hein...

É por estas e por outras que aqui o mocho procura sempre o belo do toalhete húmido...vês? faz sempre falta

babas

Bia disse...

Entrei aqui com algumas pétalas de perfumadas flores, mas à vista da tua narrativa sobre os odores (bons e maus) resolvi voltar e fui colher pétalas das mais variadas espécies de flores do campo que sempre estão embebidas, não só no próprio perfume como também naqueles trazidos pelo vento que chega lá das bandas do mar, e que vem recolhendo o perfume de outros jardins, bem como do hálito puro dos anjos que entoam canções de amor no seu passar... Está tudo aqui, amiga, sendo colocado nas tuas mãos para que possas com esse mimo enfrentar os odores de quem sentar ao teu lado no metrô (aqui no Brasil acentuamos a palavra), e possas assim fazer tua viagem sentindo apenas o cheiro agradável de flores de além-mar e o teu próprio odor que, se pudermos sentir através de tua alma, lembra o perfume das estrelas enfeitadas em noites de luar.

Estou aqui, com minha filhota linda no colo, me fazendo sentir um cheirinho delicioso de flores nascidas no coração de Deus.

Um beijo no teu coração, amiga, e o desejo de uma noite de paz e muito amor.

Fábula disse...

não tem que agradecer, são momentos como este que provam que tu mereces, a sério... escangalhei-me a rir com essa da miúda inofensiva a cozinhar qualquer coisa debaixo dos braços! ;) LOLOLOL! :D

Hindy disse...

Lol
Adorei a história!!
Confesso que também sou doida pelo cheiro dos coentros!!! ;o)

Beijinho hindyado

Marco Ferreira disse...

Ora aí está um mal de que eu também padeço. É normal entrar em casa e através do nariz ganhar ou perder apetite, é normal subir as escadas do prédio e pelo nariz detectar o que se vai comer na casa ao lado, é especialmente agradável sair de casa e sentir o cheiro a maresia. Enfim através do nariz eu viajo. Mas é claro que nem tudo é bom, e os maus cheiros são terriveis.

marinheiroaguadoce a navegar

Beatriz disse...

É,não há nada como um cheirinho a rosas...
Beijinho Tia molusca!

irneh disse...

É verdade! Algumas pessoas transportam com elas uma caixinha de cebola picada há dois dias! Será que não as incomoda a elas próprias?

Beijinhos

125_azul disse...

Olha perdi o olfacto por causa da eclâmpsia e descobri que há imensas vantagens nisso...
Beijo molusquinha cheirosa

nana disse...

hehe!que tortura!
deixa-me gabar-te a prosa que faz lembrar Suskind!

Memory disse...

Lololololol...deve ser uma tortura...umas vezes por uma boa causa, outras nem por isso. Mas posso imaginar a cena no dito meio de trasporte.....Felizmente para mim por um lado, de não ter o olfacto tão apurado, mas por outro perco no agradavel...mas não se pode ter tudo nesta vida...lolololol....

Um abraçito encoracoladito bem cheiroso.....:)

Angell disse...

Molusquita,
Pois é, há odores e odores... :))

Tu adoras o cheiro dos coentros, realmente é muito bom... e eu tenho a pancada pelo dos livros! Adoro o cheirinho de um livro novo e isso vem já de pequena... Lolololol

É o meu sentido mais apurado, e infelismente ás vezes pode ser bem torturante; mas quero pensar é nos doces aromas que existem... :))

Bjs angélicos na tua casquinha cheirosa!

th disse...

No sítio onde trabalho recebo toda espécie de cheiros que possas imaginar, qual "chaminé", os bons e os maus...
Mas sou fã dos cheiros dos bébés e da relva acabada de cortar...e de mim mesma...de cada um acabado de tomar banho,,,

Paulinha disse...

Já tinha saudades das tuas historias hilariantes.
A mim acontece mto dessas aventuras na minha loja. Como trabalho agora com o atendimento ao publico, por vezes aparece lá cada "petisco".

Mas o que me choca mais, por vezes é mesmo a falta de higiene de certas pessoas que até têm uma certa cultura e são jovens.

Não critico ninguem, mas eu de manhão não sou capaz de sair à rua sem tomar o meu duche. E à noite antes de me deitar, lavo os pezinhos, e.tc e tal.Lol

Em conversa com uma colega no outro dia, esta disse-me que todos os dias de manhã e à noite se lava e toma banhinho qdo vai treinar duas a três vezes por semana.Ui!

Uma amiga minha, diz que o banho dela é sempre à noite(menos mal) e eu disse-lhe mas de noite enquanto dormes tb transpiras, porque não trocas? lol. Por perguiça!

Eu tenho paranoia com o meu cheiro, por mim e pelos outros. E admito que tenho um grave problema com o meu halito, pois tenho um problema qq no estomago que por vezes mais parece que o Rio Tejo está a passar na minha boca, por isso tenho uma grande paranoia de estar sempre a lavar as dentolas.

Uma beijoca grande e cheirosinha!

Belzebu disse...

Isto de feder tem muito que se lhe diga! Uns fedem só no recato do lar, outros mais desinibidos fedem onde quer que seja! E eu acho bem, quando é para feder, é para feder e mais nada!

Fedemos todos então e o resto é conversa!

ehehh!! Aquele abraço infernal!

Nilson Barcelli disse...

O melhor cheiro será aquele que nem se dá por ele.
Tive um professor na escola primária que quando alguém cheirava mal, dava-lhe um pedaço de sabão e mandava-o lavar-se a um tanque de rega que havia ao lado da escola.
Mas não há pano humedecido que resista a uma semana ou mais sem cuveiro... e o metro é uma fábrica de odores...
Parabéns pelo prémio.
Mas os prémios, que são tantos, já começam a cheirar... a quê? pois... eu não digo, mas que já cheiram, isso cheiram...
Bom Domingo, beijinhos.

Grilinha disse...

eheheh há cada pivete que dá vontade de perguntar:
- Por acaso você conhece sabão e água?