segunda-feira, novembro 14, 2005

Snail's Road ...



Quem, como eu, passou pela pouco recomendável experiência de levar uma “caqueirada” de um carro saberá, seguramente, que é uma experiência que não se deseja repetir ...

O móbil da “pilada” foi um lanche ... como sempre acontecia, andava feliz da vida a saltitar na rua da minha avó, a passarinhar de um lado para o outro, como fazem todas as crianças que têm o enorme privilégio de saber o que é brincar ... como se nada no mundo me pudesse fazer distrair daqueles momentos... nada à excepção da comida, claro. Já a denunciar que seria amante de um bom repasto, ao ver a amiguinha com quem estava nas lides da recriação, parar por momentos a brincadeira e convidar-me para lanchar, não devo ter conseguido evitar que todo o sangue que me irrigava o cérebro se dirigisse de imediato para a zona do estômago ... resultado ... a lentidão das sinapses fez com que me esquecesse de uma regra absolutamente fundamental ... nunca se atravessa uma rua sem olhar e muito menos se sai a correr por entre os carros estacionados ... nem que seja para encher o bandulho !!!!

Se bem pensámos melhor o fizémos e aí foram elas direitinhas a mais uma sessão de “enfarta brutos” ... mas, qual forcado do Aposento da Moita, ao atravessar a rua completamente estouvada, peguei pelos cornos o carro de um vizinho da minha avó ...

A sensação de se ser abalrroada por uns valentes kilos de chapa é absolutamente avassaladora ... saí de cima do capot do desgraçado do homem, que apanhou um susto enorme sem ter culpa nenhuma, direitinha para a berma do passeio e aí fiquei esparramada com o ar mais esbugalhado e assustado desta vida sem me dar ainda muito bem conta do que me tinha acabado de acontecer.

Nem um minuto depois e já estava rodeada de toda a vizinhança lá da rua ... hospital com ela, radiografia para cá, exame para lá e, do mal o menos ... «a miúda deve ser rija como o aço porque se safou só com umas valentes amassadelas mas sem um único ossito partido».

Depois da “revisão” feita, voltei a casa , tornando-me, durante os dois dias seguintes em que estive de “descanso forçado”, na atracção lá da rua uma vez que, até à data, e de todos os meus amiguinhos, ainda nenhum se tinha lembrado de se abraçar a um automóvel em andamento.

Quando eu pensei que o pior já tinha passado estava a preparar-se uma segunda dose ... sempre embuidos de uma valente dose de pedagogia, os pais de alguns amigos que entretanto também me visitavam, vendo-me naquele estado, já por si suficientemente humilhante, cheia de nódoas negras, e ainda a recuperar de um valente trauma (nas vertentes física e psíquica, entenda-se), enquanto acariciavam a cabecita dos seus infantes murmuravam-lhes: «vês ? não faças como a menina, tens que ter muito cuidado a atravessar a estrada...»

Ora aí está uma coisa simpática de se ouvir recorrentemente para quem está com o corpo num trambolho ... ali estava eu .... o modelo do “como não se faz”, a estouvada da rua, a ser, desta vez, atropelada na sua paciência para ouvir alarvidades.

Mas a coisa foi ao lugar e eu aqui estou para contar como foi.

Talvez porque este foi um acontecimento da minha vida que me marcou – e de que maneira – que sou particularmente sensível (como condutora e peão) à falta de cuidado que muitos transeuntes revelam por essas ruas fora.

É vê-los a atravessar a correr e a olhar exactamente para o lado contrário ao sentido dos carros, a atravessarem à saída de túneis onde por vezes até existem barreiras lá colocadas com a finalidade de desencorajar esse tipo de comportamentos (mas um incauto é sempre um incauto), a levarem crianças pela mão com elas do lado da estrada, quando não acontece o adulto ir pela berma do passeio e a criança, de sorriso rasgado pela inocência, a caminhar pela faixa de rodagem, passeios às moscas enquanto a rua está carregadinha de transeuntes (desloco-me em trabalho e frequentemente para uma zona antiga de Lisboa, onde esse é o “prato do dia”) e um sem fim de criatividades dignas de quem nunca imaginou ser vítima de um atropelamento.

Descontando, como é óbvio, o facto de alguns condutores serem tão bons a conduzir como o Major Valentim Loureiro a fazer de conta que não é um ditador, cabendo-lhes, por isso, a responsabilidade por muitos acidentes, designadamente aqueles que ocorrem em cima de passadeiras (que para muitos “ases do volante” são apenas uma mera decoração do alcatrão, porque o branco às tiras sempre lhe dá mais vivacidade), temos que admitir que muitos de nós podiamos também abrir mais a pestana e zelar pela nossa integridade, bastando, para isso, cumprir algumas regras básicas de segurança, designadamente aquela que eu me esqueci de cumprir naquele dia em que, por mero descuido, pensei por momentos, que todo o mundo fosse meu ... pois é, os outros existem e, por vezes, descobrimos isso da pior maneira !!!!

Esta música ???? Uma descoberta recente de um grupo pelo qual me apaixonei ao primeiro acorde neste último fim de semana ... para ouvir com muita, muita atenção. E, como estou caidinha por este som, é bem provável que aqui fique muito tempo ...

Só mais uma coisinha ... a imagem que ilustra o post arrebatou-me completamente... tinha que partilhar isto convosco !!!!

Caracolinha de Casca Recomposta

73 comentários:

Natalie Afonseca disse...

Olá Caracolinha!!
Serei a primeira a comentar? Boa!!
Hoje não estou para deixar comentário muito elaborados!! Esta constipação não me permite dar muito aos neurónios!! heheh!!
Vim desejar-te uma excelente semana!!
Adorei ler-te e a imagem é realmente muito "arrebatadora"!!

Beijinhos
Abraço!!

laerce disse...

Caracolinha contadora de histórias,

Bestial a forma como contas esse episódio, em todos os sentidos, o divertido, o exemplar e o pedagógico.

A música, ouço amanhã e a imagem é gira mas a mim parece-me que a dama anda a esmagar caracóis! Céus!Não estarás por ali escondida?


Essa do ditador fingido é muita boa pá.

Um beijinho

Cristina disse...

olá amiga caracoleta :))

a imagem é linda!! foi alguma visita de estudo com as tuas amiguinhas?? isso foi antes do acidente, claro, porque ainda andam todas pelo meio da rua...a rapariga bem tenta enxotá-las, mas nada:))

a musica é fixe:))bom som:)

beijocas gata! ai, caracolinha:)

Ahraht disse...

Oi sobrevivente. Valente susto e valente lição. Mas mais uma vez tens razão, a malta anda sempre a experimentar a sorte, e um dia...

Depois gaze, e mercuriocromo (lembras-te?), Quando não é gesso, ou cama...

O Incauto e o Inconsciente. De mãos dadas, ambos IN, muito "In".

MCM disse...

Olha, tás cá pra contar ( e bem!) e isso é o melhor.

perola&granito disse...

temos muitas novidades, vá... vai lá ver. Beijocas...

Cristina disse...

Caracolinha,
Como sempre usas a tua imaginação, e como ela é fertil...
A foto está de +++++....
Um beijinhu á caracolinha recomposta
;) ;)

Mocho Falante disse...

Ai amiga esse episódio de teres sido esborrachada pela viatura do senhor lugar da fruta é linda!!!!

Como eu te percebo, isso de sermos o objecto de "estudo" dos visitantes enquanto gememos de dores na cama é uma coisa malevola...

Mas olha, vê pelo lado positivo, graças à mocada que destes com a cabecita na esquina do passeio, conseguimos ter uma caracolinha cheia de ideias novas e comportamentos originais

ahahahahahahahahahahaah

Bábas com para-choques

Ps: Olha lá vou eu ter o teu blog aberto por causa desta fantástica música....que vicío

Paulinha disse...

Olha Caracolinha o importante é que estás aqui para contar a tua história.

Valente susto, esse!

Eu ainda não tenho carta(vergonha), mas estou a tirá-la. Mas o que tenho mais medo, é do que poderei vir a encontrar.

Beijos Caracolinha.

Rui disse...

Olá, tropecei hoje no teu blog, em boa hora, fartei-me de rir com o que li.
Se não conheces o cd da KT Tunstall, permite-me que o recomende: Eye To The Telescope. Muito bom.

Isabel-F. disse...

OI caracolinha...

Uma bela história; como sempre, tão bem por ti contada.
Gostei de ler.

Beijinho.

wind disse...

Tens muita razão no que escreveste. O povo devia ser mais civilizado, tanto como condutor, como peão. A imagem é de facto linda e a música ouve-se bem:) beijos

paperl life disse...

Caracolinha querida :)

Delicioso texto e esplêndida imagem. Confesso, já tinha saudades dese tipo de post teu.

Bjs

(também ferina ou pedra) ;)

ferrus disse...

É uma aventura sair de casa e chegar ileso, tanto como condutor como peão...Somos todos os Rambos da vida nesta guerrilha chamada trânsito. Beijos!!!!

Mitsou disse...

Belíssimo relato, minha querida, com esse teu toque especial :)

Sobre a falta de cuidado e a desatenção dos peões, moro junto à avenida de Roma e já assisti a uns 10 atropelamentos, mais ou menos graves, porque as pessoas teimam em atravessar fora das passadeiras para pouparem uns passitos e depois...

Beijoquinhas doces, linda!
(Bom som!! :))

Yardbird disse...

Gostei muito do relato. Pena nunca ter levado nenhuma pilada, para assim poder repartir ainda mais contigo a minha solidariedade :-)
Mas mando-te um xôxo

P.S.- Realmente a imagem é linda :-)

Formiguinha disse...

Depois de ter esboçado um ou outro sorriso pela tua descrição (apesar da carga dramática consegues sempre colocar algum humor), cumpre-me dizer que concordo inteiramente contigo.

Nós, os peões, nem sempre passamos a rua com muito cuidado, esperando que nós, os condutores, estejamos sempre preparados para evitar o pior. Nem sempre é possível!

Quem está dos dois lado da barricada sabe isso perfeitamente.

Jinhos***

AS disse...

Caracolinha, isso não é casca... é carapaça!...

Um beijo

smartins disse...

Uma lição sem dúvida e um testemunho, numa altura em que mal se conduz e mal se anda.
jinhos.

Lucília disse...

Tenho esta característica um bocadinho neurótica de,no caso de achar interessantes os dois ou três últimos posts de um blog,ir ao início do blog e ler tudo,de fio a pavio.
Se o blog tiver 2 anos leio os 2 anos,se tiver 2 dias leio os 2 dias.
Eu sei que que é neurótico,mas não consigo mudar este hábito e nem sequer tento.
Isto tudo para lhe dizer que foi o que fiz com o seu blog.
Cheguei aqui pela Riquita (que,não desfazendo,é um excelente caminho!)e continuarei.
E também gosto da sua música!
Cumprimentos

Leonoretta disse...

e verdade. os outros existem e de uma maneira mais atenta do que julgamos.

a foto e fantastica.

e a panada que levaste tambem. foi tudo muito rapido nao foi? e o que vale... sao anjos que te pegam ao colo.

beijinhos da leonoreta

Vespinha disse...

Como te compreendo mulher!
Eu que parti duas vezes o mesmo pé,um braço e uma clavicula,era a chacota lá do bairro!

Quanto aos peões e condutores...
bem,os primeiros numa qualquer crise psicótica,julgam-se imortais e é vê-los a galgar sepadores de auto-estradas e a fazer pegas a carros.
Os segundos,julgam-se numa jincana lá nos escuteiros e é vê-los a contornar e rasar peões nas passadeiras...

Somos um país de radicais,MAZÉ!

Babinho da Vespinha

Caracolinha disse...

Olá Lucilia !!!!

Em primeiro lugar desculpa se achares um abuso mas vou tratar-te por tu !!!!

Ainda bem que entraste aqui na casquinha pela porta grande ... vinda de um dos meus blogs preferidos, melhor cartão de visita é difícil !!!!

Já te tinha visto lá no CC mas agora que também estás por aqui o prazer é redobrado ...

Que gira essa tua vontade de explorar o Snail Tale, que feliz fiquei por saber que lhe dedicaste a tua atenção e ainda mais a sorrir estou por saber que gostaste e dizeres que vais voltar !!!!

A curiosidade e a necessidade de exploração de certas realidades não se constituem como neuroses, fazem antes parte de uma curiosidade natural que nos impele em direcção a tudo aquilo com que nos identificamos e de que gostamos, bom saber que o meu blog teve esse efeito em ti.

Lucilia, a minha casca é a tua casa!!!!

Volta sempre ;)

Beijoquinha muito encaracolada !!!!

Norm disse...

Caracolinha,

Uma óptima semana!

Beijinhos!

adesenhar disse...

caracolinha :)
ufffaaaaaaa...espero não atropelar nenhum peão!
estás melhor é o que importa :)

:)

A.J.Faria disse...

Olá, caracolinha!
Temos que manter a tradição, isto é ser os piores na estrada!
Infelizmente, nada de novo.
espero que tenhas ganho para o susto!
Beij,

LUA DE LOBOS disse...

sabes uma coisa? o nosso café revelou-se ser de uma extrema urgencia::)))
adorei o teu texto e a volta inteligentissima com que brincas com algo grave que te aconteceu.
isso é uma opção de vida que te ajuda a sobreviver da melhor maneira.
e para te rires - há 2 meses, ia "desembolada", jardim fora, mando uma topada num bloco de cimento que prendia um chapéu de sol (ele já lá estava há uns tempos)Dedo do pé fracturado.
exactamente no sábado a seguir, à mesa hora mando nova topada, com o mesmo pé e parto o dedo ao lado do outro... e vão dois!!
No terceiro sábado não saí da cama!!!! bjokas
maria

EU nos dias e Hoje disse...

Essa é uma das sensações que nunca tive, e não quero ter, todavia vi a menos de um metro de mim, um grande amigo meu ser levado, autenticamente, por um distraído que em plena passadeira, deixou marcas ao Zé para toda a vida... A culpa é de todos, e logicamente um pouco mais de atenção, mudava radicalmente...
Esta musica é fantástica, quem é?

Um beijoca Gloriosa

Lumife disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Lumife disse...

Texto-aviso a pais e filhos, a peões e condutores. Muitos acidentes se devem à falta de leitura de textos como estes.
A nossa missão, nos blogs, também deve ser pedagógica. Não custa nada.
Da música gostei muito.
A imagem é original .

Bom fim de semana.

Beijos.

pandora disse...

Ena ena... um tempinho pra visitar os amigos... e as caracolinhas :P

td bem minha linda?
espero que sim, o blog pelo menos está cada vez melhor.
bjito no coração.

Natalie Afonseca disse...

Caracolinha!!
Obrigadissima (também) pelas palavras que deixas na minha teia!!
Já tu própria és uma aranhinha do meu canto!!
E continuo a dizer, quando vieres à Madeira dá "um apitinho"!!! O mar de cá é realmente muito, mas muito bonito e inspirador!!

Beijinhos com muita amizade!!
:)

Caracolinha disse...

Olá Álvaro, grande lampião, então o nome do grupo e da música estão escritos no lado esquerdo no blog .... mesmo ali antes dos links .... chamam-se Oi Vá Voi, também não os conhecia mas já tratei de conhecer mais e recomendo vivamente .... bom, muito bom mesmo ... esta música eles "dividem" com a KT Tunstall que tem uam voz absolutamente divinal ... também já ouvi músicas deles só instrumentais que são um caso muito sério !!!!

Este próximo fim de semana conto ir já a correr à FNAC tentar comprar o CD !!!!

Ainda bem que gostaste da sugestão ... este é o link para o site oficial deles http://www.oi-va-voi.com/ .... se quiseres ir lá dar uma olhada !!!!

Beijocas vermelhas !!!!

Xuinha Foguetão disse...

Nunca tive um encontro desses com lata alguma... e espero nunca vir a ter!

Mas o que importa é que a caracolinha já está recomposta!

A foto tá muito engraçada e venho cá ouvir mais vezes a tua musiquinha.

Psssssttt! Guardei o último bocadinho daquela sobremesa deliciosa para ti! ;)

Beijocas enormes.

1entre1000's disse...

Bom estive aqui entretidinha a ler o teu post... e antes demais digo-te: em criança, vivi bem a experiência de servir de exemplo aos outros do "como não se deve fazer", era super endiabrada...a imagem ta demais!
a musica não consigo ouvir aqui no escritório eu volto em casa...

Marco Ferreira disse...

Ah como eu te compreendo, e que irritação me dá as pessoas que, quer a pé quer de carro, têm a mania que o mundo é delas.
Estou constatemente a referir uma palavra que expressa isso: Civismo. Na estrada, na rua, no supermercado, etc, etc, etc .....

A falta dele é uma coisa muito má.

Enfim

Parabén pelo blog.

marinheiroaguadoce a navegar

Dilbert disse...

Poxa Caracolinha... o modo como contas as histórias vividas prende mesmo... eh pah, e senti mesmo um calafrio com o relato do atropelamento... se soubesses os arrepios que já tive na espinha por causa dos impulsos da minha gaiata a atravessar a estrada :S
A foto é espectacular :) és a moçoila ou uma das caracolinhas ? bem... quanto à música, vai-me prender aqui mais um tempinho a saborear :)
Beijokinhas

Lucília disse...

Caracolinha,
Obrigada pela folhinha que me deixaste no CC.
Só me apetece oferecer flores...será do Natal??
Beijinho

Caracolinha disse...

Querida Lucília, que bom que aqui voltaste... mas nota, eu deixei, realmente, uma folhinha lá no CC, mas isso era só para chamar a tua atenção para voltares aqui à casquinha, porque a resposta que te dei está aqui mesmo no Snail Tale .... uns comentários mais acima ... foste lá ver ???? ;)

E olha, eu, apesar de não ser grande amante de flores :( acho bonita a vontade que assiste a quem as oferece e, por achar que as prendas tem mais a ver com quem as oferece do que com quem as recebe, imagino que esse desejo de as ofereceres não se prenda com o facto de ser Natal mas sim com o facto de seres uma pessoa simpática e sensível ... Am I wrong ????

Beijoquinha encaracolada, estou a adorar as tuas visitas !!!! :)

Isabel-F. disse...

passei para te desejar um bom fim de semana.

Beijinho

smartins disse...

Bom fim-de-semana!

Eva Shanti disse...

Oi! Já levei com uma carrinha em cima e sei que não é brinquedo. Fiquei com as minhas mazelas e pronto, a vida continua.

Gostei muito da música e a gravura é o máximo! Onde a foste buscar?

Bjs

Caracolinha disse...

Olá Querida Eva ... já tinha passado no teu blog porque o nosso amigo Mocho já o tinha publicitado ... olha que bom que apareceste por cá :)

É isso mesmo ... eu felizmente não tive sequelas físicas mas nunca me hei-de esquecer da forma como tudo aconteceu ... estas experiências devem ser sempre integradas da melhor forma possível para que possamos aprender com elas.

A música é linda não é ?? :))))

Olha as gravuras vou sempre buscá-las ao simpático e "mui" generoso google (imagens) ;) ...

Olha linda, volta sempre que quiseres, é um prazer receber-te ;)

Agora vou ao teu blog e prometo que, desta vez, "me mostro" !!!!

Beijoquinha encaracolada para ti... ;)

th disse...

Eu nunca fui atropelada mas já me baterem três vezes no carro atrás e a sensação tb é muito desagradável...o trauma? existe, já não consigo sentir um carro muito perto do meu, e nós sabemos como isso é quase constante. Há automobilistas que só sabem andar colados ao da frente...cuida-te Caracolita! olho neles "homens maus"...lol. Beijinho, th

Lucília disse...

Caracolita,
Claro que li a tua folhinha de dia 16 (eu sou um nadita neurótica nas leituras,lembras-te?).
E não,entre as flores e o Natal,não há relação de espécie alguma.Tenho dias!
Beijinho

Caracolinha disse...

Lucilita (eheheheh) ...

Calculei que não houvesse relação alguma, porque, quem é simpático e sensível é-o em todos os dias do ano ... eu também adoro ofercer coisas e mimar muito as pessoas de quem gosto, é superior às minhas forças, quando gosto sou um perfeito caramelo derretido !!!! ;)

Mas antes assim não é, mais vale pecar por excesso que por deficit, eu sou uma verdadeira "cuidadora" e tu, por aquilo que tenho visto escrito, também não pareces ficar-me muito atrás ... ;)

Beijoquinha doce como tu ;)

perola&granito disse...

bom fim de semana :)

Anónimo disse...

Caracolinha,

É a primeira vez que te faço uma visita. Estive a ler alguns post's e gostei muito. Vou voltar mais vezes.

Beijo
Parrot

Muito bom som. Vais-me obrigar a comprar.

Nina disse...

Caracolinha passei para te deixar um beijinho Grande e desejar Bom FDS :)

Caracolinha disse...

Ora viva quem é uma flôr !!!! O Parrot na minha casquinha ... mas que bom :))))

Volta quando e sempre que quiseres, a tua presença, pelo que tenho visto, é sempre uma mais valia :))))

Sabes que acabei de vir da FNAC há nico e já tenho este CD encomendado ... está esgotado :(, porque será né ????

Já ouvi outras músicas deles e já sou completamente fã, se quiseres visitar o site oficial e saber mais informações: http://www.oi-va-voi.com/ :))

Obrigada pelas tuas palavras sempre tão gentis ... e volta sim, como disse à Lucília, a minha casca é a vossa casa ;)

Beijoquinha encaracolada ;)

Fallen_Angel disse...

olá caracolinha..
fogo ainda nun tive exa experiencia. sou uma minina muito ketinha heheheheeh :O)
mas pontux tas aki pa contar é o q intexa .O)
bjinho gande e bom fim de semana

Tita - Uma mulher, Um blog, algumas palavras disse...

História intensa, contada de uma forma genial.
Ainda bem que estás recomposta e que és capaz de exorcisar desta forma. Beijoca

UGAJU disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
UGAJU disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
UGAJU disse...

Fiz o mesmo a um carro mas, pelo sim e pelo não, levava outro vestido... e, tal como tu, também tive a crítica social... da juíza! Embora a culpa fosse do outro (é sempre) eu ia depressa demais...

P.S. Vê lá se dizes quem é o grupo que está a cantar para melhorar a minha cultura musical já que não consigo ler puto da capa do álbum!

UGAJU disse...

Sorry, postei 3 vezes acidentalmente... nada como ter um acesso rápido!

Isabel Magalhães disse...

Venho convidar-te a visitar o meu blog, acabadinho de criar, onde prometo muitas dentadas 'a torto e direito'! :)

saudações caninas.

Lucília disse...

Com que então,com enxaqueca?
Chazinho e descanso,já sabes.
Beijinho de melhorinhas.

Lucília disse...

E aviões,também não?
Just like me.
Fico paralisada,acreditas?
Beijinho

Caracolinha disse...

Minha Querida Lucília, o pior já passou ... a manhã é que foi tramada ;)

E depois ... Migraleve, remember ??

;)

Obrigada pelo teu carinho. És um doce.

Beijinho Encaracolado ;)

Caracolinha disse...

Tal e qual minha querida .... aviões gosto de os ver a voar mas é cá em baixo com a casquinha bem assente na terra !!!!

Almas Gémeas, definitivamente ;)

Lucília disse...

Não há volta a dar,quanto aos aviões.
É mesmo congénito.
B.

Caracolinha disse...

É inatissímo !!!!!

perola&granito disse...

Temos muitas coisinhas lá no nosso cantinho. O Natal está quase ai, ñ queres dar uma espreitadela?

Isabel Magalhães disse...

A imagem é genial!

Só tu para descobrires uma tal preciosidade.

Quanto ao relato do acidente, não passei das primeiras linhas, fui saltando... É que fico mesmo doente! :)))
Ontem levei a 'Piccolina' ao Vet para cortar as unhas, ela ganiu e 'íam-me dando três coisas'.

Beijinhos solidários.

Kalinka disse...

CARACOLINHA:
Faz hoje precisamnte 2 semanas que não postas nada de novo...que se passa? Será ainda efeitos da pancada que levaste do carro?
Se assim for, ao fim de 15 dias preocupo-me, pois pensava que já estivesses recuperada e capaz de vir ao teu blog dar-nos notícias da tua convalescença.
Tenho cá passado, mas vejo que o post é o mesmo...daí que decidi hoje fazer-te a pergunta.
Vai dizendo alguma coisa, p.f.
Beijokas e regressa rápido.
Se quiseres visitar o «meu cantinho» já lá tenho um «post» novo, de ontem.

AS disse...

Caracolinha, estás a hibernar ou a escolher uma casca top de gama?...

Beijos

Caracolinha disse...

Querida Kalinka, só faz hoje 8 dias minha querida ;), mas isso de parecer que passou mais tempo é bom sinal, é sinal de saudade !!!!

Estou óptima e prometo um post para breve, agora decidi abrandar a postagem para que o ritmo seja mais de caracolinha mesmo ;)

Muito obrigada pelas tuas palavras sempre tão simpáticas, entretanto, fica prometida uma visita encaracolada em breve lá no teu blog !!!!

Beijoquinha minha linda ;)

Caracolinha disse...

Frog, tu que, se bem me lembro, és do mesmo signo que eu, sabes bem que os Capricórnios adoram o Outono e o Inverno ... hibernar ? eu ???? nunca, sempre com a cabecita fora da casquinha !!!!

Beijinhos e obrigada pelo comentário, és um querido ;)

Bastet disse...

Valha-te que tens uma casquinha resistente! Deixo-te um miau solidário porque também eu perco a cabeça por um bom repasto :)

nasnalgas disse...

Para não variar tinhas que dar nas vistas. Mobilizaste logo dezenas de pessoas, ficou tudo ali á tua disposição...espectaculo heim...tu gostas é disso.

batista filho disse...

É interessante reler um texto depois de um certo tempinho. Já o tinha lido, mas agora, achei-o mui melhor da primeira vez! Talvez por dispor de mais tempo... Post fenomenal, cara amiga: desses que nos faz rir e meditar. Um beijo. Mais um.

Anónimo disse...

I have been looking for sites like this for a long time. Thank you! Free black jack download Eastcommerce merchant accounts http://www.florida-goverment-medical-malpractice.info/Taitom_group_incorporation.html low priced cialis clomid sun sensitivity Lamborghini countach 1989 kit How to make a sex toys Baseball unifroms How to win cash 3 lotto 1987 oldsmobile cutlass supreme 307 engine blackjack 3d irons